Segundo dia de consultas na Itália mantém impasse

ROMA, 5 ABR (ANSA) - O presidente da Itália, Sergio Mattarella, anunciou nesta quinta-feira (5) que nenhum dos partidos obtiveram "a maioria dos votos necessários para formar um novo governo e apoiá-lo".   

"É essencial, segundo as regras de nossa democracia, que haja acordos entre várias partes para formar uma coalizão que pode ter uma maioria no Parlamento. Nestas consultas de dois dias esta condição não surgiu", afirmou.   

"Na semana que vem vou começar uma nova rodada de consultas para ver se há possibilidade de formar um governo que hoje não foi amadurecido", acrescentou o líder italiano.   

Nesta quinta-feira, Mattarella recebeu os representantes do Partido Democrático (PD), do Força Itália (FI), da Liga e do Movimento 5 Estrelas (M5S), mas não conseguiu chegar um acordo para definir o primeiro-ministro encarregado, que precisa ter capacidade de construir uma maioria parlamentar. Com o impasse, as negociações devem ser retomadas na próxima quarta-feira(11). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos