Árbitro italiano revela ter recebido ameaças de morte

ROMA, 06 ABR (ANSA) - O presidente da Associação Italiana de Árbitros (AIA), Marcello Nichi, revelou nesta quinta-feira (5) que foi ameaçado de morte ao ter recebido "um envelope com balas" de armas de fogo. A ameaça destinada ao chefe da arbitragem do futebol italiano chega em meio a um aumento da violência contra os profissionais, causando uma tensão no "calcio".   


"A violência contra os árbitros é um problema que não pode ser subestimado. Neste ano, cerca de 300 árbitros foram vítimas de violência, dos quais 100 sofreram golpes graves, com a necessidade de assistência médica", disse Nichi.   


Nichi ainda relembrou que os árbitros Marco Di Bello e Piero Giacomelli terão que comparecer em um tribunal por "não terem dado uma penalidade ou por que cometeram outros erros presumidos".   


Para pedir mais proteções aos árbitros, a AIA pretende realizar uma paralisação nos dias 14 e 15 de abril, afetando diversas partidas do futebol italiano.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos