Topo

Lula pode ser preso após missa por Marisa

07/04/2018 09h41

SÃO PAULO, 07 ABR (ANSA) - Em mais um dia de mobilização no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa neste sábado (7) de uma missa em homenagem à ex-primeira-dama Marisa Letícia (1950-2017), que completaria 68 anos.   


A expectativa é que o petista se entregue à Polícia Federal logo depois da cerimônia. Segundo o jornal "Folha de S. Paulo", o ex-presidente quer se apresentar aos agentes no próprio sindicato, mas ainda não se sabe como ele deixará o prédio.   


De acordo com o diário, a PF mandará um carro "descaracterizado" para buscar Lula. Em seguida, ele seria encaminhado ao Aeroporto de Congonhas, para pegar um voo até Curitiba, onde ficará detido em uma sala especial na Superintendência da Polícia Federal.   


A sede do Sindicato dos Metalúrgicos continua cercada por centenas de militantes, como ocorre desde que o juiz Sérgio Moro ordenou a prisão de Lula. Enquanto isso, a defesa tenta outro recurso contra o encarceramento no Supremo Tribunal Federal (STF).   


A ação, no entanto, caiu com o ministro Edson Fachin, relator do caso que culminou na rejeição de um habeas corpus preventivo apresentado pelos advogados do petista. Desde a ordem de Moro, na última quinta-feira (5), Lula não se pronunciou publicamente.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.