Polícia frustra atentado na meia maratona de Berlim

BERLIM, 08 ABR (ANSA) - A polícia da Alemanha prendeu seis suspeitos, todos com idades entre 18 e 21 anos, de planejarem um atentado com facas na meia maratona de Berlim, realizada na manhã deste domingo (8).   

Suspeita-se que o grupo tenha ligação com a rede à qual pertencia o tunisiano Anis Amri, autor do ataque contra um mercado de Natal na capital alemã, em dezembro de 2016, que deixou 12 mortos. O terrorista foi abatido pela polícia em Milão e havia se radicalizado na Itália.   

Um dos suspeitos, segundo o tabloide "Bild", já estava na mira das forças de segurança havia tempos. A casa de outro suposto terrorista foi alvo de uma operação de busca com cães farejadores para se descobrir eventuais explosivos.   

"Faremos novas verificações, mas havia pouca margem de tempo", disse um porta-voz da polícia ao jornal "Die Welt". As prisões acontecem um dia depois do atropelamento em massa que deixou dois mortos em Münster, no noroeste do país, reacendendo o temor do terrorismo.   

No entanto, as autoridades ainda não encontraram indícios de que o ato tenha conotação política ou extremista. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos