Presidente da Sampdoria compara bola com mulher e polemiza

GÊNOVA, 09 ABR (ANSA) - O presidente da Sampdoria, Massimo Ferrero, deu uma declaração polêmica no último sábado (8) após o empate sem gols entre sua equipe e o Genoa, no tradicional "Derby della Lanterna".   


Para explicar a falta de gols da Sampdoria no clássico, Ferrero afirmou, em entrevista ao jornal "Gazzetta dello Sport", que "a bola é como mulher, tem que ser penetrada". Além disso, o polêmico presidente do clube genovês culpou o técnico da Sampdoria, Marco Giampaolo, pelo empate. "Ele escalou bem o time, mas não fez as mexidas certas. Ele passa 12 horas com os jogadores, mas quando vem uma bola não conseguem colocar dentro do gol", afirmou.   


Apesar das críticas de Ferrero, Giampaolo vem fazendo um grande trabalho pela Sampdoria, que ocupa a 8ª colocação do Campeonato Italiano e briga por uma vaga na Liga Europa. Já o rival Genoa, após brigar para não cair, se recuperou na tabela e agora está na 11ª posição.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos