Salvini defende união entre M5S e centro direita na Itália

ROMA, 9 ABR (ANSA) - O secretário da Liga, Matteo Salvini, afirmou nesta segunda-feira (9) que está convencido de que há 51% de chance de formar um governo de centro-direita nas negociações desta semana. "Há 51% de possibilidades de fazer um governo entre o M5S e a legenda de centro-direita", ressaltou durante visita a cidade de Arcore, na região da Lombardia.   

Por sua vez, o líder do Movimento 5 Estrelas (M5S), Luigi Di Maio, rebateu a declaração e disse que "há uma chance de 0%" do partido "ir ao governo com Berlusconi" e com um grupo de "centro direita", em sua conta no Twitter.   

No entanto, Salvini reforçou que vai pedir uma reunião com o líder antissistema antes da nova rodada de negociações.   

"Terceiro premier? Quarto, quinto, décimo segundo, mas quem vota? Os votos no parlamento de onde vem? Do centro direita e eu imagino que o M5S vai querem pensar seriamente", ressaltou.   

O secretário da Liga ainda disse que perguntará a Di Maio "se ele quer a razão ou se prefere o partido Democrático".   

Ontem(8), Di Maio fez um novo apelo à legenda de centro-esquerda PD e disse que chegou o momento de "acabar com a guerra" e de "dar um novo governo à Itália".   

Partido mais votados nas eleições de 4 de março, o M5S tem 35% do Parlamento e vem alternando sinais de abertura ao PD (17%) e à ultranacionalista Liga (19%) para conseguir maioria na Câmara e no Senado e levar Di Maio ao cargo de primeiro-ministro.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos