Espanha e Alemanha discutirão extradição de Puigdemont

MADRI, 11 ABR (ANSA) - A Procuradoria da Espanha se reunirá com o Ministério Público da Alemanha para discutir o processo de extradição contra o ex-presidente da Catalunha Carles Puigdemont, informou o jornal "El País".   

De acordo com o periódico espanhol, o encontro, de caráter "discreto", deve ocorrer ainda nesta quarta-feira (11). No entanto, alguns veículos falam que a reunião ocorrerá "dentro de alguns dias", possivelmente nesta quinta (12). Os líderes se encontrarão na Eurojust, agência europeia de cooperação judicial, localizada em Haia. Os promotores espanhóis tentarão demonstrar aos alemães que há provas suficientes para justificar os crimes de rebelião no processo de declaração unilateral de independência da Catalunha, que ocorreu em outubro de 2017 e foi encabeçado por Puigdemont.   

O Ministério do Interior da Espanha possui, ao menos, "300 atos violentos documentados" durante o processo separatista. Na semana passada, a procuradoria da Alemanha ordenou a libertação imediata do líder catalão, além do pagamento de fiança no valor de 75 mil euros. Ele estava detido desde o dia 25 de março, quando foi interceptado pela polícia perto da fronteira com a Dinamarca. Desde que declarou independência unilateral, o presidente deposto encontrava-se em exílio na Bélgica e pode ser preso caso volte à Espanha. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos