Kim Jong-un teve passaporte emitido pelo Brasil, diz governo

SÃO PAULO, 11 ABR (ANSA) - O Ministério das Relações Exteriores do Brasil afirmou nesta terça-feira (10) que o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e seu pai, Kim Jong-il, tiveram passaportes brasileiros emitidos pela Polícia Federal.   

Com validade de 10 anos cada um, ambos os passaportes foram expedidos no dia 26 de fevereiro de 1996 e possuem um carimbo da Embaixada do Brasil em Praga, na República Tcheca. Na ocasião, o ditador norte-coreano tinha 13 anos de idade.   

Além disso, no passaporte, Kim Jong-un usou o nome "Josef Pwag", enquanto seu pai utilizou "Ijong Tchoi".   

Segundo o Itamaraty, na época, para conseguir um novo passaporte não precisava apresentar um documento de identidade, bastava o interessado "mostrar um passaporte anteriormente expedido".   

Em fevereiro, foi revelado que o líder norte-coreano e seu pai usaram passaportes falsos emitidos no Brasil para conseguirem vistos para países europeus.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos