Topo

América do Sul pede que Copa de 2022 tenha 48 seleções

12/04/2018 17h29

SÃO PAULO, 12 ABR (ANSA) - A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) solicitou à Federação Internacional de Futebol (FIFA) que o Campeonato Mundial de 2022 integre 48 seleções.   


O pedido foi feito durante o 68º Congresso da Conmebol, que aconteceu em Buenos Aires, na Argentina, e contou com a presença dos 10 países que integram a entidade. Uma competição com 48 seleções favoreceria à América do Sul, pois, no total, 7 países teriam a possibilidade de ingressá-la. O presidente da FIFA, Gianni Infantino, que também estava presente no evento, vê a possibilidade como "interessante".   


"Fui em quem abri o Mundial para 48 equipes. E, temos essa petição da Conmebol, que parece uma ideia interessante. Mas, temos que estudar a factibilidade dessa proposta", disse.   


A Copa de 2022 acontecerá no menor país-sede já registrado: o Catar. Com 48 participantes, o que somaria cerca de 80 jogos, toda a infraestrutura planejada para abrigar o campeonato teria de ser expandida. O modelo proposto pela Conmebol seria implantado somente na Copa de 2026. O formato atual, vigente na Copa da Rússia de 2018, seleciona somente 32 equipes para a disputa. Durante a reunião, o presidente da associação, Alejandro Domínguez, também aproveitou para fortalecer a candidatura conjunta de Argentina, Paraguai e Uruguai para sede da Copa de 2030 - ano em que será celebrado o centenário do primeiro Mundial, disputado no Uruguai em 1930. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.