FBI busca registros de áudio de Trump sobre mulheres

WASHINGTON, 12 ABR (ANSA) - Os agentes do FBI que realizaram uma operação de busca e apreensão no escritório de Michael Cohen, advogado de Donald Trump, procuravam todos os registros relativos a uma gravação na qual o presidente faz comentários vulgares sobre as mulheres.   

O objetivo era saber se Cohen tentou apagar informações prejudiciais para a campanha do republicano em 2016. No áudio, gravado em 2005 em uma conversa com um apresentador, Trump diz que as mulheres "deixam você fazer qualquer coisa quando se é famoso". "Pegá-las da maneira como quiser. Pegá-las pela buc...", afirmou o magnata.   

Outro enfoque da operação no escritório de Cohen, realizada na última terça-feira (10), foi o pagamento de US$ 130 mil para evitar que a atriz pornô Stormy Daniels revelasse detalhes sobre seu caso com o presidente, ocorrido quando ele já era casado com Melania. Além dela, o magnata também teria se relacionado com a ex-modelo da Playboy Karen McDougal, que recebeu US$ 150 mil.   

Recentemente, com o intuito de ser liberada desse contrato de confidencialidade, Daniels processou o advogado de Trump, mas ela pode ter de pagar uma multa de US$ 1 milhão. A investigação é comandada pelo procurador especial Robert Mueller. O presidente classificou as buscas no escritório de seu advogado como "vergonhosas". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos