Pirlo defende Buffon e diz que 'ficaria furioso' com pênalti

MILÃO, 13 ABR (ANSA) - Após o goleiro da Juventus, Gianluigi Buffon, ter sido expulso na partida contra o Real Madrid, o ex-jogador Andrea Pirlo saiu em defesa do ex-companheiro de equipe em uma entrevista nesta quinta-feira (12) ao jornal francês "RMC Sport".   


"Acho que foi pênalti e que ele exagerou. Mas temos que entender que foi o último jogo dele na Liga dos Campeões. Eu também teria ficado furioso", disse Pirlo.   


O ex-meio-campista ainda lamentou a derrota da "Velha Senhora" por 3 a 0 na partida em Turim, e afirmou que a Juventus virá muito forte para a próxima edição da Champions.   


"Infelizmente, quando você falha no primeiro jogo, tudo fica complicado, mas já pensando na próxima edição, eles mostraram que podem ir longe", acrescentou Pirlo.   


Entre outros atletas que saíram em defesa de Buffon, o ex-goleiro da Juventus Stefano Tacconi afirmou que o capitão da "Velha Senhora" deveria ter ido além dos xingamentos e ter "quebrado a cara" do árbitro inglês Michael Oliver.   


O também ex-goleiro alemão Oliver Kahn disse que este cartão vermelho poderia ser evitado, caso Buffon tivesse "se aposentado mais cedo". Por sua vez, o ex-companheiro de Buffon na Juventus, Alessandro Del Piero, criticou os comentários do goleiro, na qual chamou o árbitro de "animal" e que ele tem "uma lata de lixo no lugar do coração".(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos