Aos 88 anos, morre o cineasta italiano Vittorio Taviani

ROMA, 15 ABR (ANSA) - O cineasta Vittorio Taviani, famoso pela parceria com seu irmão Paolo ao assinar alguns dos grandes filmes do cinema italiano, morreu neste domingo (15) aos 88 anos, em Roma.   


A morte do artista foi anunciada à ANSA por Giovanna, uma de seus filhas. Taviani estava doente há algum tempo, mas as causas do falecimento não foram reveladas.   


Segundo Giovanna, o corpo do diretor será cremado em uma cerimônia estritamente privada e não haverá velório. "A morte de Vittorio Taviani é um luto sério para o cinema e cultura italiana, que perdem um protagonista amado e indiscutível", disse o presidente da Itália, Sergio Mattarella, em comunicado.   


Junto com Paolo, Taviani produziu 15 longas-metragens durante sua carreira. Entre os mais famosos estão "Padre Padrone", vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes de 1977, e "La notte di San Lorenzo", Urso de Ouro em Berlim em 1982.   


A marca registrada dos dois irmãos era a produção de um cinema atípico, com estilo literário, misturando história, psicanálise e poesia. "A parceria frutífera, humana e artística com seu irmão Paolo produzindo obras de arte inesquecíveis, que a marca estilística vai do extremo requinte a alta poesia, sempre foi combinada com um forte senso de paixão", acrescentou Mattarella, expressando suas condolências à família. Nascido em 20 de setembro de 1929, em San Miniato, na Toscana, Taviani e Paolo são considerados um das duplas mais impressionantes na história do cinema. Os dois, filhos de um advogado antifascista, eram inspirados pelo neorrealismo e tratavam de questões sociais desde 1960. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos