Dois prefeitos italianos são presos por corrupção

MILÃO, 16 ABR (ANSA) - Os prefeitos das cidades de Foppolo e Valleve, no norte da Itália, foram presos pela polícia nesta segunda-feira (16) acusados de falsificação, abuso de poder e falência fraudulenta de uma empresa na qual eram diretores.   

Segundo as investigações, o prefeito de Foppolo, Giuseppe Berera, e o de Valleve, Santo Cattaneo, teriam falsificado despesas e investimentos da empresa "Brembo Super Ski" nos valores de 16,5 milhões de euros . Os dois também são acusados de receber mais de 3,2 milhões de euros indevidamente através de contribuições regionais.   

Colocados em prisão domiciliar, os políticos arquitetaram um sistema para conseguir fundos públicos da região da Lombardia.   

A investigação também descobriu que a "Brembo Super Ski" transferiu cerca de 700 mil euros para uma empresa de Hong Kong.   

A transação teria sido feita após a companhia ter declarado falência.   

Na mira dos investigadores também está a reconstrução de um teleférico de 12 assentos na cidade de Foppolo, que em julho de 2016 foi destruído por um incêndio.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos