FMI eleva projeção de crescimento para Brasil e Itália

NOVA YORK, 17 ABR (ANSA) - O Fundo Monetário Internacional (FMI) aumentou nesta terça-feira (17) sua previsão de crescimento para o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil e da Itália em 2018.   

De acordo com relatório da entidade, a economia brasileira deve avançar 2,3% neste ano. O número representa um aumento de 0,4 ponto percentual em relação à última estimativa, apresentada em janeiro. Para 2019, o FMI prevê expansão de 2,5%.   

Segundo o fundo, após a "profunda recessão" de 2015 e 2016, o país está retomando sua economia, "impulsionado por consumo privado e investimentos mais fortes".   

Já a Itália deve crescer 1,5% neste ano, 0,1 ponto percentual a mais que a projeção anterior, e 1,1% em 2019, número que foi mantido em relação a janeiro. Segundo o FMI, o país da bota deve continuar seus esforços para reduzir os empréstimos inadimplentes e remover uma importante barreira de crédito.   

No âmbito global, o FMI manteve a projeção de crescimento de 3,9% em 2018 e 2019. O relatório prevê também que as economias emergentes e em desenvolvimento tenham alta de 4,9% e 5,1%.   

"Embora a alta taxa de crescimento reflita principalmente a continuidade do forte desempenho na Ásia emergente, a captação projetada mostra melhores perspectivas para exportadores de commodities depois de três anos de atividade econômica muito fraca", afirmou a entidade. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos