PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Coreia do Sul suspende propaganda contra Norte na fronteira

23/04/2018 10h26

PEQUIM, 23 ABR (ANSA) - Faltando quatro dias para o histórico encontro entre os líderes das Coreias do Sul e do Norte, Seul suspendeu nesta segunda-feira (23) as atividades de propaganda anti-Pyongyang ao longo da fronteira entre os dois países.   

Desde 2016, em resposta aos testes nucleares realizados pelo regime de Kim Jong-un, os sul-coreanos disseminavam, através de auto-falantes na divisa, slogans, notícias, músicas e mensagens que estimulavam a deserção de soldados do Norte.   

De acordo com comunicado do Ministério da Defesa da Coreia do Sul, a decisão foi tomada para amenizar as tensões e implantar um ambiente pacífico para o encontro entre o presidente Moon Jae-in e o líder norte-coreano, Kim Jong-un.   

Ainda segundo a nota, Seul espera que Pyongyang também pare de divulgar mensagens e propagandas na fronteira. Na próxima sexta-feira (27), Moon e Kim realizarão um encontro no vilarejo de Panmunjon, na zona desmilitarizada entre as duas nações.   

Kim será o primeiro governante norte-coreano a pisar no Sul desde o fim da Guerra da Coreia (1950-1953). De acordo com o porta-voz do gabinete presidencial de Seul, Kwun Hyuk-ki, a "terceira cúpula intercoreana" será transmitida ao vivo pela TV.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional