Antes de reunião histórica, Papa pede 'paz' nas Coreias

CIDADE DO VATICANO, 25 ABR (ANSA) - O papa Francisco afirmou nesta quarta-feira (25) que o encontro da próxima sexta (27) entre o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, pode ser uma "ocasião propícia para iniciar um diálogo transparente" e "garantir a paz no mundo inteiro".   

A reunião bilateral ocorrerá na cidade fronteiriça de Panmunjom e será o ponto mais alto até aqui da reaproximação entre Seul e Pyongyang, iniciada nos primeiros dias de 2018. Além disso, será a primeira vez que um líder do Norte pisa em solo do Sul.   

"Tal encontro será uma ocasião propícia para iniciar um diálogo transparente e um percurso concreto de reconciliação e fraternidade, a fim de garantir a paz na Península Coreana e no mundo inteiro", disse Francisco durante sua audiência geral.   

"A Santa Sé acompanha, apoia e encoraja todas as iniciativas úteis e sinceras para construir um futuro melhor", acrescentou, antes de cobrar "coragem" das lideranças políticas para serem "artesãs da paz". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos