Italianos votam em eleição regional com caráter nacional

TRIESTE, 29 ABR (ANSA) - Os cidadãos da região de Friuli Veneza Giulia, no extremo-nordeste da Itália, vão às urnas neste domingo (29) em uma eleição à qual os partidos mais bem colocados nas pesquisas tentam atribuir caráter nacional, já que o resultado da votação pode influenciar na formação do governo do país. Cerca de 1,2 milhão de habitantes estão aptos a votar, sendo que 156.166 são italianos residentes no exterior. A eleição teve início às 7h (horário local) e os 1369 colégios eleitorais permanecerão abertos até às 23h. A apuração do resultado começará apenas às 8h (horário local) desta segunda-feira (30).   

De acordo com dados fornecidos pelo Serviço Eleitoral da Região Autônoma de FVG, até às 12h, cerca de 18,07% da população já havia computado o voto, o equivalente a 200.139 eleitores.   

A maior participação foi registrada no distrito de Udine, com 19,35%, seguido de Gorizia (18,11%), Pordenone (17,83%), Trieste (16,52%) e Tolmezzo (16,49%).   

Atualmente, a região é governada por Debora Serracchiani, do centro-esquerdista Partido Democrático (PD), mas como possui baixos índices de popularidade, ela não concorre à reeleição. O candidato favorito à vitória é o deputado Massimiliano Fedriga, do partido de extrema direita Liga e apoiado pela mesma coalizão conservadora que venceu as eleições legislativas de 4 de março. Ele é considerado próximo ao líder da legenda ultranacionalista, Matteo Salvini, que se empenhou pessoalmente na campanha na região.   

Os principais rivais de Fedriga são Sergio Bolzonello, do PD, que aparece nas pesquisas bastante atrás, e Alessandro Fraleoni Morgera, postulante do Movimento 5 Estrelas (M5S), que não tem um histórico de bom desempenho eleitoral em Friuli Veneza Giulia. Além das eleições regionais, são renovadas as administrações de 19 municípios, incluindo dois - Udine e Sacile (Pordenone) - com mais de 15 mil habitantes. Os eleitores de quatro municípios também terão que responder dois referendos para a criação de duas novas cidades: a de Aquileia, que surgiria da fusão de Aquileia e Terzo di Aquileia, e Villa Raveo, a partir da fusão de Raveo e Villa Santina. As últimas consultas regionais datam de 21 e 22 de abril de 2013, quando dos 1.099.334 dos eleitores elegíveis, foram às urnas apenas 554.943, o equivalente a 50,48%. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos