Cofundador do festival 'Burning Man' morre aos 70 anos

SÃO PAULO, 30 ABR (ANSA) - O cofundador do "Burning Man", festival de contracultura que ocorre nos Estados Unidos, morreu aos 70 anos, no último sábado (28).   


Segundo a diretora executiva do "Burning Man Festival", Larry Harvey teve complicações após um ataque cardíaco sofrido em 4 de abril e veio a falecer em sua casa, em São Francisco.   


O movimento foi criado por Harvey e seu colega Jerry James, em uma praia de São Francisco, em 1986. Na primeira edição do festival, durante o Solstício de Verão no hemisfério norte, uma escultura de madeira foi queimada. O ato reuniu diversas pessoas, e os fundadores decidiram repeti-lo ao longo dos anos.   


Desde então, o festival acontece no deserto de Black Rock. No local, cerca de 70 mil pessoas se reúnem anualmente para realizar diversas manifestações culturais, como apresentações musicais e teatrais livres.   


Em 2018, o evento ocorrerá entre os dias 26 de agosto e 3 de setembro. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos