Cruz Vermelha pede doações após desabamento de prédio em SP

SÃO PAULO, 1 MAI (ANSA) - A Cruz Vermelha de São Paulo iniciou uma campanha para receber doações destinadas aos desabrigados que moravam no edifício que desabou após um incêndio na madrugada desta terça-feira (1), no Largo do Paissandu, no centro de São Paulo. De acordo com a entidade, entre os itens prioritários estão roupas, água, sapatos, fraldas descartáveis, além de material de higiene pessoal.   


Todos os donativos serão arrecadados na sede da Cruz Vermelha, na Avenida Moreira Guimarães, número 699, próximo ao aeroporto de Congonhas, na zona sul da cidade, onde passarão por uma triagem. Até o momento, a entidade já contabilizou mais de cinco toneladas de doações, o que já é suficiente para atender as famílias do edifício Wilton Paes de Almeida, antiga sede da Polícia Federal.   


O excedente poderá ser direcionado para outras ações e atendimentos emergenciais. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos