Roma culpa arbitragem por eliminação e exige 'VAR'

ROMA, 02 MAR (ANSA) - A direção da Roma culpou o trio de arbitragem chefiado pelo juiz Damir Skomina pela eliminação para o Liverpool nas semifinais da Liga dos Campeões da Europa.   


O clube giallorosso reclama de dois pênaltis não marcados e cobrou da Uefa a implantação do árbitro de vídeo (VAR, na sigla em inglês) nas competições europeias.   


"Em primeiro lugar, quero cumprimentar o Liverpool por ter se classificado à final. Em segundo lugar, está na cara de todos que o VAR é indispensável na Champions League. É inaceitável o que vimos", declarou o presidente da Roma, James Pallotta.   


Com uma vitória por 4 a 2, o clube italiano ficou a um gol de levar o duelo contra o Liverpool para a prorrogação. "É absolutamente indispensável o uso do VAR, ou arriscamos ter papelões como esse", acrescentou o cartola.   


As declarações encontraram eco no diretor esportivo Monchi. "Sem os erros da arbitragem, tudo mudaria. É o momento de levantar a voz, não somente a Roma. A Juve também sofreu com o Real Madrid, o futebol italiano deve levantar a voz", cobrou. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos