PF cumpre 45 mandados de prisão contra doleiros na Lava Jato

SÃO PAULO, 3 MAI (ANSA) - A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (3) um novo desdobramento da Lava Jato, a Operação "Câmbio, Desligo", na qual cumpre 43 mandados de prisão preventiva e dois de prisão temporária no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, além de Paraguai e Uruguai.   


Segundo o Ministério Público Federal, que também participa da operação, a ação visa desarticular um esquema de lavagem de dinheiro, evasão de divisas e organização criminosa.A operação conta com o apoio da Receita Federal e de autoridades uruguaias.   


O principal alvo é Darío Messer, acusado de ser o doleiro mais influente do país. A ação é baseada nas delações do doleiro Vinícius Vieira Barreto Claret, conhecido por Juca Bala, e Cláudio Fernando Barbosa, o Tony. Ambos agiam em uma organização criminosa comandada pelo ex-governador Sérgio Cabral e foram presos no Uruguai. A PF investiga o grupo por ser suspeito de integrar um sistema chamado Bank Drop, usado para remeter recursos ao exterior por meio de uma ação conhecida como "dólar-cabo$escape.getQuote().Desta forma, todo dinheiro enviado ao exterior não precisava passar pelas instituições financeiras reguladas pelo Banco Central.   


Ao todo, são três mil empresas offshore em 52 países, que ficam em paraísos fiscais e são utilizadas para ocultar o verdadeiro dono de uma quantia de cerca de US$1,6 bilhão. Segundo as investigações, os suspeitos usavam softwares que reuniam os doleiros do mundo todo, considerado pelo MPF como instituição financeira clandestina. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos