Israel consegue impedir resolução da UE sobre Jerusalém

TEL AVIV, 11 MAI (ANSA) - Israel teria conseguido bloquear uma declaração da União Europeia condenando a transferência da Embaixada dos Estados Unidos no país para Jerusalém. As informações são da emissora israelense "Canal 10".   

De acordo com o veículo, Israel pressionou Hungria, República Tcheca e Romênia a votarem contra a resolução, que precisava de apoio unânime dos 28 Estados-membros. Os três países já demonstraram, anteriormente, a intenção de deslocar suas próprias sedes diplomáticas de Tel Aviv para Jerusalém.   

A declaração havia sido proposta pela França e tinha como objetivo constranger os Estados Unidos, que inaugurarão sua embaixada na próxima segunda-feira (14). O presidente dos EUA, Donald Trump, também reconheceu Jerusalém como capital de Israel.   

No entanto, a mudança é criticada por muitos países, já que a cidade é considerada sagrada pelas três maiores religiões monoteístas, e nenhuma nação, até agora, instalou sua sede diplomática no município. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos