PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Bolsa de Milão fecha em queda por temor de populistas

24/05/2018 14h07

MILÃO, 24 MAI (ANSA) - No primeiro pregão após a nomeação do professor Giuseppe Conte para formar um novo governo na Itália, o FTSE MIB, principal índice da Bolsa de Milão, fechou nesta quinta-feira (24) com queda de 0,71%, em 22.749 pontos.   

A "Borsa Italiana" começara o pregão em alta, devido ao discurso pró-Europa do primeiro-ministro encarregado, mas inverteu o sinal devido à insistência do Movimento 5 Estrelas (M5S) e da Liga em indicar o professor Paolo Savona, conhecido pelo euroceticismo, para ministro de Economia e Finanças.   

Já o "spread" entre os títulos de Estado emitidos pela Alemanha e os da Itália, indicador usado normalmente como reflexo da confiança dos investidores no país, subiu de 189 para 191. No entanto, o dia não foi especialmente bom para os mercados europeus em geral.   

A Bolsa de Frankfurt fechou em queda de 0,94%, e a de Londres, com -0,92%. Por sua vez, a de Paris teve desvalorização de 0,31%. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional