PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Juiz dos EUA ordena que crianças sejam devolvidas a famílias

27/06/2018 08h52

LOS ANGELES, 27 JUN (ANSA) - Um juiz da Califórnia ordenou que as autoridades de fronteira dos Estados Unidos reúnam as famílias de imigrantes separadas pela política de "tolerância zero".   

A ordem, emitida na noite de ontem (26) pelo juiz Dana Sabraw em San Diego, deve ser cumprida em até 30 dias. As crianças com menos de 5 anos de idade terão que ser entregues aos pais em até 14 dias.   

A decisão é favorável a um pedido apresentado pela ONG de direitos civis e liberdades individuais American Civil Liberties Union (ACLU), para uma menina de 7 anos que foi separada da mãe congolesa e para outro jovem de 14 anos afastado da mãe brasileira. Mais de 2 mil crianças foram separadas nas últimas semanas de seus pais nos Estados Unidos e ficaram em abrigos. Tratam-se de famílias de imigrantes ilegais retidos nas fronteiras pela política de "tolerância zero" do governo de Donald Trump, adotada em maio.   

Pressionado e criticado, Trump voltou atrás e assinou um decreto na semana passada que impede que novas famílias sejam separadas.   

O governo alegava que a medida era necessária para desencorajar adultos de viajarem de maneira ilegal com seus filhos e de impedir que traficantes de seres humanos e coiotes se aproveitem de menores de idade para cruzarem a fronteira. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional