PUBLICIDADE
Topo

Cavani tem menos de 1% de chance de jogar contra a França

04/07/2018 11h58

ROMA, 04 JUL (ANSA) - Recuperando-se de uma lesão muscular na perna esquerda, o atacante do Uruguai Edinson Cavani não participou do treino de hoje (4) da "Celeste" e está cada vez mais distante de entrar em campo nas quartas de final da Copa do Mundo de 2018, contra a França.   


De acordo com a equipe médica da seleção uruguaia, o jogador do Paris Saint-Germain (PSG), possui menos de 1% de chance de estar em campo na sexta-feira (6), em Nizhny Novgorod.   


Ainda segundo a imprensa do Uruguai, Cavani está realizando apenas fisioterapia e trabalho físicos na academia, tentando diminuir o edema no músculo gêmeo da perna esquerda.   


Como regra geral ditada pelo técnico Óscar Tabárez, um jogador que vem de lesão deve estar 100% para voltar a trabalhar com seus companheiros de equipe e ter que treinar com eles pelo menos 48 horas antes da partida. A filosofia de trabalho adotada pelo comandante praticamente descarta Cavani do duelo diante da França.   


Para o lugar de Cavani, Tabárez possui duas opções: Cristhian Stuani, do Girona, e Maxi Gómez, do Celta. Ambos foram destaques em suas equipes no Campeonato Espanhol, anotando mais de 15 gols na temporada.   


Outra opção de Tabárez é montar o Uruguai no 4-5-1, escalando Cristian Rodríguez no meio de campo e colocando Suárez sozinho no ataque.   


Cavani se lesionou durante a vitória por 2 a 1 do Uruguai sobre Portugal, no último sábado (30), pelas oitavas de final da Copa.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.