PUBLICIDADE
Topo

'Glória à Ucrânia', diz zagueiro croata após eliminar Rússia

08/07/2018 11h15

SÃO PAULO, 09 JUL (ANSA) - O zagueiro Domagoj Vida, um dos heróis da classificação da Croácia para as semifinais da Copa do Mundo de 2018, provocou polêmica ao fazer, após a vitória sobre a Rússia no último sábado (8), um vídeo no qual diz "glória à Ucrânia".   


Na gravação, o defensor aparece ao lado de Ognjen Vukojevic, membro da comissão técnica croata e ex-jogador, e reproduz um dos slogans dos nacionalistas ucranianos que se opõem aos rebeldes pró-Moscou que controlam o leste do país.   


"Essa vitória é para a Ucrânia e para o Dínamo", reforça Vukojevic. Ambos jogaram pelo Dínamo de Kiev, da Ucrânia. A Fifa disse que está investigando o episódio. "Não tem política no futebol. Foi uma brincadeira para meus amigos do Dínamo de Kiev", justificou Vida, em entrevista ao jornal russo "Sport Express". Não se sabe quem divulgou o vídeo.   


Em outro caso de manifestação política na Copa, a entidade multou os suíços Xhaka e Shaqiri em 10 mil francos cada um (cerca de R$ 39 mil) por eles terem comemorado gols contra a Sérvia fazendo um símbolo da bandeira albanesa, etnia dominante no Kosovo, terra de origem de suas famílias e cuja independência não é reconhecida por Belgrado.   


Vida marcou o segundo gol da Croácia no empate por 2 a 2 com a Rússia pelas quartas de final da Copa e converteu sua cobrança na disputa de pênaltis. A Ucrânia acusa Moscou de patrocinar as forças separatistas da região de Donbass e de anexar ilegalmente a península da Crimeia. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.