PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Papa lamenta mortes em torrente no sul da Itália

22/08/2018 09h26

CIDADE DO VATICANO, 22 AGO (ANSA) - O papa Francisco lamentou nesta quarta-feira (22) a morte de 10 pessoas em uma torrente na região da Calábria, sul da Itália, na última segunda (20).   

"Ao saudar os peregrinos de língua italiana, meu pensamento vai à tragédia dos últimos dias na Calábria, no curso d'água Raganello, onde perderam a vida excursionistas de várias regiões da Itália", declarou o líder católico durante sua audiência geral, no Vaticano.   

"Enquanto confio à bondosa misericórdia de Deus aqueles que dramaticamente morreram, expresso minha proximidade espiritual a seus familiares e aos feridos", acrescentou.   

A tragédia ocorreu nos Cânions de Raganello, no Parque Nacional do Pollino, onde 44 excursionistas foram surpreendidos por uma cabeça d'água - fenômeno no qual chuvas na parte alta de um rio ou torrente provocam cheias repentinas nos trechos baixos - enquanto faziam trilhas.   

Além dos 10 mortos, 11 pessoas foram internadas com ferimentos, incluindo uma menina de nove anos. O Ministério Público abriu uma investigação por homicídio e lesões culposos e omissão de ato de ofício, ou seja, quando uma autoridade deixa de fazer o papel que lhe cabe.   

No dia da tragédia, havia um "alerta amarelo" - quando já há risco de morte - da Proteção Civil no Parque Nacional do Pollino. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional