PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Líder de oposição é condenado a um mês de prisão na Rússia

27/08/2018 14h22

MOSCOU, 27 AGO (ANSA) - A justiça russa determinou a prisão por um mês do líder de oposição russo, Alexei Navalny, por organizar um protesto sem a autorização do governo no último dia 28 de janeiro. Navalny está preso desde o último sábado (25) em uma delegacia de Moscou.   

A prisão o impedirá de participar de protestos contra uma reforma da previdência proposta pelo governo, planejados para o próximo dia 9. A mudança aumentaria a idade de aposentadoria de 55 para 63 anos para mulheres e de 60 para 65 anos para homens.   

"Nós entendemos que o único propósito desse estranho julgamento é me manter afastado dos preparativos para os protestos de 9 de setembro", disse Navalny antes do anúncio da sentença.   

A polícia diz que não deteve o opositor antes por não ter conseguido localizá-lo, apesar de Navalny ter ficado sob custódia da justiça em maio, depois de um protesto durante a posse do presidente russo, Vladimir Putin, para o quarto mandato como presidente do país. Pesquisas de opinião apontam que 90% da população russa é contra a reforma e que a popularidade do mandatário tenha caído de 78% para 63% após o anúncio dos planos do governo. Em 2005, Putin disse que não iria aumentar a idade de aposentadoria.   

Navalny ainda disse nesta segunda-feira (27) que o ministério da Justiça russo negou seu pedido de registro de um novo partido chamado "Rússia do Futuro". Esta é a terceira vez que o ativista e seus apoiadores não conseguem autorização para oficializarem o grupo. O opositor já havia sido impedido de concorrer à presidência nas eleições deste ano após uma condenação por fraude que, segundo Navalny, teria sido planejada pelo Kremlin para deter seus objetivos políticos.   

"Os protestos de massa são o único jeito de influenciar as autoridades. Putin cortou todos outros", disse Navalny em vídeo postado na internet antes de sua prisão. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional