PUBLICIDADE
Topo

Família de Hayden pede indenização milionária a motorista

29/08/2018 13h25

RIMINI, 29 AGO (ANSA) - A família do ex-piloto e campeão da MotoGP Nicky Hayden, que morreu atropelado em maio de 2017, pediu nesta terça-feira (28) uma indenização milionária ao condutor do carro envolvido no acidente que ocasionou a tragédia.   


De acordo o jornal "Il Resto del Carlino", a família de Hayden pediu uma indenização avaliada em 6 milhões de euros ao responsável pelo acidente. O condutor, que foi acusado de homicídio, será julgado no dia 10 de outubro, em um tribunal de Rimini, no norte da Itália. Já em setembro, Hayden ganhará um memorial no lugar onde foi atorpelado, entre as vias Tovoleto e Cà Raffaeli, em Misano Adriatico.   


Hayden, que tinha 35 anos, estava com um grupo de ciclistas quando foi atingido por um veículo, chocando-se contra o para-brisa do carro. O impacto do acidente foi tão forte que o ex-piloto teve uma grave lesão cerebral, além de múltiplas fraturas no corpo.   


Após o acidente, Hayden foi levado para um hospital de Rimini, sendo depois transferido para um de Cesena. No entanto, o atleta norte-americano não resistiu aos ferimentos e morreu três dias depois da colisão.   


Na principal categoria da motovelocidade, Hayden competiu entre 2003 e 2016, obtendo três vitórias, 28 pódios e um título mundial.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.