PUBLICIDADE
Topo

Salvini se une com centro-direita para eleições regionais

20/09/2018 17h17

ROMA, 20 SET (ANSA) - O ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, do partido ultranacionalista Liga, se reuniu nesta quinta-feira (20) com o ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi, do Forza Italia (FI), e a presidente do Irmãos da Itália (FDI), Giorgia Meloni, para garantir uma união entre as legendas nas próximas eleições regionais. O encontro ocorreu no Palazzo Grazioli com o objetivo de propor candidaturas unitárias na próxima votação, além do compromisso de revitalizar a aliança centro-direita.   

"Desta reunião se tem a garantia que o centro-direita é unido, funciona e não só existe, mas também resiste", afirmou Berlusconi, ressaltando que o "centro retornará ao governo em um futuro próximo".   

Salvini afirmou que o dia foi "muito positivo" e vai correr junto com os outros partidos "como sempre fizemos em todos os lugares". Já Meloni, ressaltou que o centro-direita é um vencedor na Itália". "O centro-direita se apresentará unido a todas as próximos disputas eleitorais a partir das eleições regionais de Piemonte, Abruzzo, Basilicata, Sardenha, com a identificação de um candidato comum, bem como em todas as outras nomeações administrativas", diz o comunicado dos partidos. Além das eleições regionais, outros temas foram discutidos na reunião, como emprego e crise imigratória.   

A decisão do vice-premier gerou dúvidas em sua relação com o Movimento 5 Estrelas (M5S), com quem tem uma aliança para governar o país. "O governo Liga-M5S trabalhará, e bem, por todos os cinco anos previstos, respeitando ponto por ponto o contrato do governo e o desejo de mudar os italianos", escreveu em nota o subsecretário da Presidência do Conselho de Ministros, Giancarlo Giorgetti. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.