PUBLICIDADE
Topo

Michigan,nos EUA,investiga 7 dioceses por casos de pedofilia

23/09/2018 09h36

NOVA YORK, 23 SET (ANSA) - A procuradoria de Michigan, no nordeste dos Estados Unidos, abriu uma investigação sobre abuso sexual contra o clero de sete dioceses do estado.   

O inquérito foi confirmado na última sexta-feira (21) em comunicado publicado no site oficial da Procuradoria Geral, e incluirá as igrejas de Gaylord, Lansing, Marquette, Grand Rapids, Saginaw, Kalamazoo e a Arquidiocese de Detroit.   

Em declaração à imprensa local, o gabinete do procurador responsável, Bill Schuette, disse que a investigação analisará acusações de "abuso sexual e agressão de crianças por padres católicos". As acusações remontam aos anos 1950 e também incluem possíveis acobertamentos por parte da hierarquia católica. Um comunicado divulgado pela Arquidiocese de Detroit, que atende a cerca de 1,5 milhão de fiéis, disse que eles "esperam" contribuir e participar ativamente da investigação.   

A abertura do inquérito acontece um mês depois em que o grande júri da Pensilvânia revelou um relatório no qual afirma que, ao longo de 70 anos, mais de mil crianças foram abusadas sexualmente por cerca de 300 clérigos de seis dioceses. Com a medida, Michigan se torna o oitavo estado norte-americano em que as autoridades judiciais precisam intervir em escândalos de pedofilia. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.