PUBLICIDADE
Topo

Tunísia não autoriza Itália a 'devolver' 45 imigrantes

24/09/2018 20h18

PALERMO, 24 SET (ANSA) - Pelo menos 45 imigrantes, que deveriam ser transferidos nesta segunda-feira (24) de Palermo para a Tunísia, não foram repatriados por falta de autorização do governo tunisiano. Os migrantes foram transferidos do centro de Milo, na província de Trapani, para o aeroporto Falcone Borsellino, onde permaneceram por horas sem poder partir. Do total, cinco tunisianos foram notificados e terão que deixar a Itália em sete dias, enquanto que os outros voltaram para um centro de acolhimento em Palermo.   

No domingo (23), o ministro do Interior, Matteo Salvini , reafirmou a data de sua viagem para a Tunísia, prevista para quinta-feira (27), e ressaltou sua intenção de "aumentar o número de expulsões e repatriamentos "para os países de origem. Uma semana atrás, em Turim, houve uma história semelhante, mas neste caso a aeronave para o repatriamento de 17 tunisianos não foi iniciada devido a uma falha no motor. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.