PUBLICIDADE
Topo

Na ONU, Conte diz que não é moral negar dignidade ao povo

26/09/2018 16h55

NOVA YORK, 26 SET (ANSA) - Em sua estreia na Assembleia Geral das Organizações das Nações Unidas (ONU), o primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, afirmou nesta quarta-feira (26) que não é moral negar justiça e dignidade para qualquer cidadão.   

"Eu não considero, antes mesmo de uma ação política do governo, moralmente aceitável que não se preocupe adequadamente em assegurar condições de vida justas e plenamente dignas para todos os cidadãos", disse.   

Segundo ele, "quando alguém nos acusa de soberania e populismo, sempre gostei de lembrar que a soberania e o povo são mencionados no artigo 1 da Constituição, e é nessa previsão que interpreto o conceito de soberania e seu exercício pelo povo".   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.