PUBLICIDADE
Topo

Com 12 mortos, Itália calcula prejuízo de temporais

31/10/2018 13h06

ROMA, 31 OUT (ANSA) - As tempestades e vendavais que atingiram toda a Itália nos últimos dois dias causaram prejuízos bilionários e a morte de 12 pessoas. Centenas de italianos estão desabrigadas e milhares sofrem com a falta de energia elétrica.   

A associação Coldiretti calcula que, somente no setor agrícola italiano, o dano foi de 150 milhões de euros.   

Na região da Ligúria, uma das mais afetadas pelas chuvas (com 20 mil pessoas sem eletricidade e o aeroporto de Gênova fechado), cerca de mil veículos que seriam enviados ao mercado árabe foram danificados e queimados com um curto-circuito provocado pelos alagamentos.   

As chuvas que atingiram a Itália entre segunda e terça-feira causaram ondas de 10 metros de altura e ventos de 180 km/h. Em 48 horas, 5,8 mil homens do Corpo de Bombeiros atenderam a 7 mil chamadas por alagamentos, desmoronamentos, desabamentos e quedas de árvores, principalmente na Toscana, Lazio, Vêneto, Lombardia, Friuli-Venezia Giulia e Ligúria.   

O governador da região do Vêneto, Luca Zaia, disse que os prejuízos totais na área "giram em torno do bilhão de euro". A estimativa foi divulgada após uma visita às áreas devastadas, onde 63 mil pessoas também estão sem energia elétrica.   

Em Veneza, a famosa Basílica de San Marco, que ficou alagada, passou por um processo de limpeza e os turistas e visitantes podem já entrar no local. As tempestades deram uma trégua por algumas horas, mas a previsão é de que as chuvas voltem a atingir toda a Itália a partir da tarde de hoje (31). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.