PUBLICIDADE
Topo

Conmebol abre processo disciplinar contra River

27/11/2018 11h15

ROMA, 27 NOV (ANSA) - A Conmebol comunicou nesta terça-feira (27) que abriu um processo disciplinar contra o River Plate pela confusão ocorrida no sábado (24), na final da Copa Libertadores da América, nos arredores do estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires.   


Na ocasião, a tão aguardada final foi adiada após o ônibus que levava os jogadores do Boca Juniors ter sido apedrejado pelos torcedores do River. Dois atletas da equipe xeneize acabaram feridos, incluindo o capitão Pablo Pérez, atingido no olho por estilhaços de uma janela.   


A entidade que rege o futebol sul-americano analisará toda a confusão, mas principalmente o apedrejamento do ônibus que levava o elenco do Boca. No comunicado, a Conmebol também informa que o River tem um prazo de 24 horas para apresentar sua defesa.   


A nova data do segundo jogo da decisão da Libertadores ainda não foi definida, mas a Conmebol deve resolver o assunto ainda nesta terça, em uma reunião da entidade com os presidentes de ambos os clubes. A primeira partida da final terminou em 2 a 2.   


O palco do histórico confronto também é incerto, tanto que a cidade de Gênova, na Itália, e o estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG), se disponibilizaram para sediar o clássico argentino. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.