PUBLICIDADE
Topo

Morre, aos 91 anos, a socialite italiana Marella Agnelli

23/02/2019 14h14

TURIM, 23 FEV (ANSA) - Morreu neste sábado (23), aos 91 anos de idade, a designer, socialite e colecionadora de arte Marella Agnelli, viúva de Gianni Agnelli (1921-2003), ex-CEO da Fiat e ex-senador vitalício da Itália.   


Nascida em Florença, no dia 4 de maio de 1927, Marella pertencia a uma antiga família da aristocracia napolitana e frequentou academias de artes no exterior. Em Nova York, trabalhou como assistente do fotógrafo alemão Erwin Blumenfeld (1897-1941) e, ao voltar à Itália, colaborou com a revista Condé Nast.   


Em 1953, se casou com Agnelli em Estrasburgo, na França, e teve dois filhos com o empreendedor: Edoardo (1954-2000) e Margherita. Nos anos seguintes, trabalhou como designer de tecidos e fotógrafa.   


"A cidade de Turim expressa proximidade à família Agnelli pelo falecimento da senhora Marella", disse a prefeita Chiara Appendino, acrescentando que a designer exercera "um papel importante no mundo da arte e da cultura".   


Já a Juventus, controlada pelos Agnelli, exprimiu "as mais sentidas e afetuosas condolências". O funeral será na próxima segunda-feira (25), de forma privada, e a Prefeitura de Turim decretou luto oficial para homenagear Marella. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.