PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Nigéria admite ataque do Boko Haram durante eleição

23/02/2019 13h24

MAIDUGURI, 23 FEV (ANSA) - As autoridades da Nigéria admitiram que houve neste sábado (23) um ataque terrorista do grupo islâmico Boko Haram em Maiduguri, capital do estado de Borno, no norte do país.   

O ataque, realizado no dia das eleições presidenciais nigerianas, causou a morte de um soldado e deixou outros quatro feridos. Segundo a polícia de Borno, berço do Boko Haram, os milicianos tentaram entrar em Maiduguri com tiros de artilharia, provavelmente para bloquear a votação.   

Às 14h, horário do fechamento das urnas, muitos lugares ainda registravam fila para votar, atrasando o início da apuração. Em geral, os resultados na Nigéria costumam ser divulgados em até 48 horas.   

O presidente Muhammadu Buhari, 76, tenta a reeleição contra mais de 70 candidatos, porém seu principal adversário é o ex-vice-mandatário e milionário Atiku Abubakar, 72. Para vencer no primeiro turno, o postulante precisa ter pelo menos 25% dos votos em dois terços dos 36 estados federais. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional