PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Papa Francisco abrirá processo canônico contra George Pell

27/02/2019 09h31

CIDADE DO VATICANO, 27 FEV (ANSA) - O cardeal australiano George Pell, preso após ser condenado por pedofilia, será alvo de um processo canônico, informou o porta-voz interino da Sala de Imprensa do Vaticano, Alessandro Gisotti, anunciou nesta quarta-feira (27). "Após a sentença de condenação em primeira instância contra o cardeal Pell, a Congregação para a Doutrina da Fé tratará agora o caso no modo e com o tempo estabelecido pela legislação canônica", disse.   

Durante coletiva de imprensa, o funcionário da Santa Sé ainda anunciou que Pell "não é mais o prefeito da Secretaria de Economia".   

O religioso era o principal conselheiro do papa Francisco e era considerado um dos homens mais poderosos dentro do Vaticano e o mais importante na Igreja Católica da Austrália. Aos 77 anos, Pell foi considerado culpado por abusar sexualmente de dois menores de idade na década de 1990. Ele foi preso nesta quarta-feira (27) na Austrália, onde aguardará o anúncio de sua sentença no próximo dia 13 de março. Segundo o Tribunal de Melbourne, o cardeal pode pegar entre 10 e 50 anos de prisão.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional