PUBLICIDADE
Topo

Internacional

'Isso é problema da Itália', diz Macron sobre trem-bala

22/03/2019 14h13

BRUXELAS, 22 MAR (ANSA) - Terminou sem avanços a reunião bilateral desta sexta-feira (22) entre o primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, e o presidente da França, Emmanuel Macron, sobre a obra de uma linha ferroviária de alta velocidade entre Turim e Lyon.   

O encontro ocorreu em Bruxelas, à margem da cúpula do Conselho Europeu, porém Macron evitou dar destaque ao assunto. "Falamos com Conte sobre diversos temas. Sobre esse assunto, ele me comunicou a análise de custo-benefício [feita pelo governo italiano], e eu lembrei a ele que temos um compromisso com a União Europeia", disse o presidente.   

O líder francês ainda acrescentou que a ministra dos Transportes Élisabeth Borne está disposta a se reunir com seu homólogo italiano, Danilo Toninelli.   

Na última quinta (21), Macron havia dito que o impasse na obra era um problema da Itália e que discutir temas domésticos no Conselho Europeu seria uma "perda de tempo". "E eu não tenho muito tempo a perder", acrescentou.   

Já Conte disse que o encontro desta sexta foi "profícuo". A Itália já determinou o adiamento das licitações relativas à sua parte no projeto, em função das divergências dentro do governo sobre o assunto.   

O partido antissistema Movimento 5 Estrelas (M5S), ao qual Conte é ligado, é contra a realização da linha, enquanto a ultranacionalista Liga defende a continuidade da obra. O próprio primeiro-ministro já se disse pessoalmente contrário ao projeto.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional