PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Curdos anunciam queda do 'califado' do EI na Síria

23/03/2019 11h07

BAGHUZ, 23 MAR (ANSA) - As Forças Democráticas da Síria (FDS), grupo de milícias curdas apoiado pelos Estados Unidos, declararam neste sábado (23) a libertação de Baghuz, último pedaço de território controlado pelo Estado Islâmico (EI) no país árabe.   

O vilarejo fica entre o Rio Eufrates e a fronteira com o Iraque e era alvo de uma ofensiva curda desde o início do ano para a derrubada definitiva do autoproclamado "califado" do EI. "Baghuz está livre, e a vitória militar contra o EI foi alcançada", comemorou no Twitter o porta-voz das FDS, Mustafa Bali.   

"Neste dia, homenageamos os milhares de mártires cujos esforços permitiram a vitória", acrescentou. A milícia hasteou bandeiras amarelas em Baghuz para celebrar o triunfo. O Estado Islâmico chegou a controlar vastas regiões da Síria, do Iraque e até da Líbia, mas hoje não possui nenhum território sob seu poder.   

Apesar disso, o grupo ainda possui grande capacidade de influência sobre jovens muçulmanos mundo afora e mantém uma intensa propaganda na internet. No início da semana, o porta-voz do EI, Abu Hassan al Muhajir, divulgou um áudio garantindo que o "califa" do grupo, Abu Bakr al Baghdadi, está vivo.   

A ONG Observatório Sírio para os Direitos Humanos (Sohr, na sigla em inglês) alertou neste sábado que o destino dos líderes militares do grupo segue desconhecido. A derrota do EI foi determinante para a decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de retirar as tropas americanas da Síria, apesar da discordância de expoentes do Pentágono. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional