PUBLICIDADE
Topo

Responsabilidade é do Congresso, diz Bolsonaro sobre reforma

23/03/2019 13h37

SÃO PAULO, 23 MAR (ANSA) - Em meio às críticas do mandatário da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, o presidente Jair Bolsonaro jogou para o Congresso a responsabilidade de aprovar a reforma da Previdência.   


Em pronunciamento em Santiago, no Chile, o capitão reformado disse que a medida é o "único caminho para alavancar o Brasil".   


"A responsabilidade está com o Parlamento, e eu confio que a maioria dos parlamentares saberá que essa é uma questão de Estado, é uma questão de não experimentarmos situações que outros países enfrentaram", disse.   


Maia, no entanto, indicou ter uma visão diferente. Em entrevista ao "Jornal Nacional", o presidente da Câmara afirmou que Bolsonaro é quem precisa conduzir a aprovação da reforma da Previdência. "Ele precisa ter um engajamento maior. Ele precisa ter mais tempo para cuidar da Previdência e menos tempo cuidando do Twitter", declarou.   


"Eu preciso que o presidente assuma de forma definitiva seu papel institucional, que é liderar a votação da reforma da Previdência", acrescentou Maia. Já ao Estado de S. Paulo, o presidente da Câmara afirmou que o governo é um "deserto de ideias".   


Após quase três meses de mandato, a gestão Bolsonaro ainda não tem uma base formada no Congresso e aposta na pressão popular sobre os parlamentares para aprovar seus projetos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.