PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Criminoso sérvio é condenado à prisão perpétua na Itália

25/03/2019 16h01

BOLONHA, 25 MAR (ANSA) - O criminoso sérvio Norbert Feher, de 41 anos, também conhecido como "Igor, o Rambo russo", foi condenado à prisão perpétua pelo assassinato de duas pessoas na região da Emília-Romana, no norte da Itália, A decisão foi tomada pelo Juiz de Audiências Preliminares (GUP, na sigla em italiano) durante julgamento em Bolonha nesta segunda-feira (25).   

O criminoso foi sentenciado por dois homicídios que vitimaram Davide Fabbri, dono de um bar em Budrio, na província de Bolonha, e assassinado durante uma tentativa de assalto; e o guarda florestal Valerio Ferri, morto uma semana depois, durante uma abordagem contra a caça clandestina em Portomaggiore, na província de Ferrara, a 40km de Budrio. Os crimes ocorreram entre os dias 1º e 8 de abril de 2017.   

Os advogados das famílias das vítimas ainda pediram uma indenização de cerca de 1,7 milhão de euros. Feher está detido desde 15 de dezembro de 2017. Na ocasião, ele foi encontrado em Teruel, na Espanha, após operação coordenada pelos carabineiros e pelo comando provincial de Bolonha e Ferrara. Atualmente, ele está preso na cidade espanhola Saragoça. O sérvio, que usa o pseudônimo Igor Vaclavic, ganhou as manchetes dos jornais italianos ao ser descrito como um "supercriminoso capaz de falar seis idiomas" e de "sobreviver como um lobo solitário" em qualquer condição. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional