PUBLICIDADE
Topo

Internacional

ONU pede apoio internacional para ajudar Moçambique

26/03/2019 13h45

GENEBRA, 26 MAR (ANSA) - A Organização das Nações Unidas lançou um apelo à comunidade internacional nesta segunda-feira (25) para arrecadar US$282 milhões em doações para ajudar cerca de 1,85 milhão de pessoas afetadas pela passagem do ciclone Idai no Moçambique. A medida tem como prioridade garantir água potável, saneamento e higiene, melhoria na segurança alimentar e saúde, informou o chefe humanitário da ONU, Mark Lowcock. A estimativa é que serão necessários ao menos US$337 milhões para custear a ajuda humanitária no países pelos próximos três meses. De acordo com comunicado da Organização, até o momento somente 2% desse total foi arrecadado. De acordo com o último balanço, o fenômeno deixou pelo menos 447 mortos, além de outras 300 vítimas entre o Zimbábue e o Malawi.   

Acredita-se que 483 mil pessoas tenham sido deslocadas pelas inundações. O número de vítimas ainda pode aumentar.   

Segundo as autoridades locais, pouco mais de 10 dias depois de o ciclone atingir Moçambique, o país também está sob alerta do cólera. No último dia 14 de março, o ciclone Idai passou por Moçambique com ventos de mais de 170km/h e foi seguido por fortes chuvas.   

Sua passagem devastou diversas regiões, incluindo a cidade portuária de Beira. Logo depois, o fenômeno seguiu para os países vizinhos Zimbábue e o Malauí. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional