Topo

Dumuolin abandona Giro d'Italia após queda na 4ª etapa

15/05/2019 15h43

ROMA, 15 MAI (ANSA) - O ciclista Tom Dumoulin, vencedor da edição de 2017 do Giro d'Italia, abandonou a prova nesta quarta-feira (15) após ter machucado o joelho em uma queda na quarta etapa.   


O holandês, que era um dos grandes favoritos para vencer o torneio italiano, abandonou a corrida antes da largada oficial da quinta etapa, em Frascati. Dumoulin se enroscou com Simon Yates e caiu no quarto dia do Giro, machucando o joelho esquerdo. Mesmo contundido, o ciclista cruzou a linha de chegada, mas perdeu quatro minutos com o tombo.   


O atleta passou por exames, que não detectaram nenhuma fratura.   


No entanto, Dumoulin sentiu muita dor ao pedalar e o impossibilitou de conduzir sua bicicleta.   


"Hoje de manhã tentei treinar no meu quarto. Eu estava muito bem até colocar meus pés nos pedais, aí senti uma dor muito forte.   


Posso virar a perna, fazer muitas coisas, mas certamente não uma corrida. Eu não sei o quão profundo é o meu ferimento, foi um golpe muito duro e perdi muito potência na minha perna. Não sei se vou poder ir ao Tour [de France], vou pensar nas próximas semanas", declarou Dumoulin.   


Outro que caiu durante a quarta etapa foi o espanhol Dani Navarro. O ciclista sofreu múltiplas fraturas e está internado em Roma. Segundo o último boletim médico, o quadro de saúde do atleta de 35 anos é considerado "estável".   


O austríaco Marco Haller, o suíço Reto Hollenstein e o russo Vyacheslav Kuznetsov também caíram na prova, mas conseguiram terminar a etapa, que foi vencida pelo equatoriano Richard Carapaz, da equipe Movistar.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Mais Notícias