Topo

Altas temperaturas deixam Itália em alerta vermelho

2019-06-26T10:41:00

26/06/2019 10h41

ROMA, 26 JUN (ANSA) - Pelo menos seis cidades da Itália ficarão em alerta vermelho entre quinta (27) e sexta-feira (28) devido a onda de calor que atinge o país e toda a Europa, informou o Ministério da Saúde hoje (26).   

De acordo com o boletim, o nível máximo indica um risco iminente para toda a população porque a onda de calor registrada nesta semana poderá bater um recorde e ser a mais forte no mês de junho desde 2003.   

Como uma das medidas, a Cruz Vermelha ativou um número gratuito para todos que precisarem de apoio, assistência e aconselhamento para enfrentar as altas temperaturas, principalmente idosos e crianças.   

A expectativa é de que os termômetros subam mais de 40ºC em Piemonte, Milão, Ferrara, Bolonha e Triste. Já na região da Toscana, como Florença e Prato, a previsão é de 39ºC, assim como na ilha da Sardenha. Em Roma, por sua vez, o calor deve atingir entre 37ºC e 38ºC. O calor tem sido provocado por um anticiclone do norte da África.   

Outros países da Europa - O governo francês iniciou o fechamento de dezenas de escolas por causa da onda de calor, que terá temperadas acima de 40º C em algumas regiões nesta quinta-feira (27), segundo as estimativas.   

Cerca de 50 escolas em Essonne, no sul de Paris, tiveram as aulas suspensas por não ter ar-condicionado suficiente.   

As autoridades francesas também decidiram que em Paris e em Lyon apenas os veículos menos poluentes serão permitidos nas estradas a partir de hoje. A capital da França é especialmente propensa a poluição no tempo quente.   

Já em partes do nordeste da Espanha, o calor deve chegar a 45 graus na próxima sexta-feira (28). A Alemanha ainda registrará temperaturas abaixo dos 40ºC. Na Suíça, por sua vez, as autoridades vão manter as escolas abertas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Mais Internacional