Topo

Embate entre Salvini e Di Maio estremece governo da Itália

18/07/2019 14h14

ROMA, 18 JUL (ANSA) - O governo da Itália enfrenta mais uma crise envolvendo os partidos Liga Norte, de Matteo Salvini, e o Movimento 5 Estrelas (M5S). Nesta quinta-feira (18), os dois políticos trocaram acusações e fizeram ameaças sobre a continuidade da coalizão. O novo confronto começou devido à eleição da ministra da Defesa da Alemanha, Annegret Kramp-Karrenbauer, à Presidência da Comissão Euripeia. O nome de "AKK", como a política é conhecida, tinha sido apoiado pelos líderes da França, Emmanuel Macron, e da Alemanha, Angela Merkel. A Liga Norte de Salvini, que já protagonizou bate-bocas com os chefes de Estado, votou contra a nomeação, enquanto o M5S votou a favor. Salvini lançou hoje novos ataques ao M5S, dizendo que uma solução seria convocar novas eleições na Itália. Ele também sinalizou que faltaria à próxima reunião do Conselho de Ministros.   

"Os grillinos [em referência ao fundador do M5S, Beppe Grillo] votaram na candidata alemã, apoiada por Angela Merkel e Emmanuel Macron, à Presidência da Comissão Europeia, junto com [Matte] Renzi e [Silvio] Berlusconi", criticou Salvini, referindo-se aos opositores do Partido Democrático e Força Itália. "Além deste governo, a única solução seriam eleições", ameaçou Salvini, cujo partido foi o mais votado na Itália para o Parlamento Europeu. "Se a Liga quer fazer o governo cair, que assuma a responsabilidade. Eu não fico dizendo que fizemos mal pela Itália todos esses meses. Todos os dias, tento levar para casa os resultados, mas este clima faz mal ao país. Quando se ameaça derrubar um governo, o resultado é que os investidores não investem, porque encontram um clima de incerteza", reagiu Di Maio.   

Ele também descartou a hipótese de se aliar com a atual oposição. "O M5S em um governo com o PD é um ataque ao M5S apenas para gerar manchetes e esconder o caso dos fundos russos", contra-atacou o vice-premier. "Quem está no governo com Berlusconi, em todas as regiões, é a Liga", completou o representante do M5S. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional