Topo

Praia na Sardenha passa a cobrar taxa de 1 euro por visitante

18/07/2019 11h56

NUORO, 18 JUL (ANSA) - Considerada uma "pérola turística" na costa nordeste da ilha da Sardenha, a famosa praia de Cala Mariolu, em Baunei, impôs a cobrança de uma taxa no valor de 1 euro para cada visitante que desembarcar no cais Ispuligidenie.   


Com disputados 20 metros de comprimento e águas cristalinas, a praia também teve seu acesso limitado ao máximo de mil pessoas por dia, conforme estabelecido pelo município de Baunei, em Ogliastra. "Não haverá mais corridas para desembarcar na praia, mas um tráfego regulamentado e ordenado. Cada barco que chegar no cais pagará 1 euro por cada passageiro desembarcado", afirmou Ivan Puddu, assessor de Ambiente e Turismo de Baunei. Segundo o governo, o valor arrecadado será utilizado para pagar todos os custos na organização do cais e da praia, segurança e vigilância de pessoas no mar, além da limpeza da área. A gestão do acesso foi confiada a associação Clube de produtos Costa di Baunei.   


"Finalmente somos capazes de prestar assistência em nosso litoral, preservando o território e sua beleza natural do ataque descontrolado de turistas", acrescentou Puddu. A cobrança para acessar a praia não é exclusiva da Cala Mariolu.   


Em Cala Goloritzè, a taxa é de seis euros por pessoa, com a inclusão do estacionamento para carros no planalto do Golgo, de onde começa a caminhada até o mar. Além disso, para realizar a trilha na rota Selvaggio Blu, uma das mais exigentes da Europa, com itinerário de mais de 40 quilômetros a ser percorrido em cinco dias, é preciso pagar 30 euros. "Em Cala Goloritzé pode atingir um máximo de 350 pessoas por dia e [a praia] só é acessada por terra. Lá, o bilhete também serve para a manutenção do caminho e da praia e para assistência aos turistas", explicou o assessor de Ambiente e Turismo de Baunei. Puddu também disse que a mesma medida se aplica aos 30 euros para o trekking Selvaggio Blu, que tem limite máximo de 40 pessoas por dia. "Com os bilhetes, podemos pagar pelo gerenciamento de manutenção de trilhas, áreas de acampamento e organização do grupo". (ANSA ).   


Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Mais Notícias