Topo

Sede da Câmara da Itália proíbe garrafas de plástico

23/07/2019 17h17

ROMA, 23 JUL (ANSA) - O Palácio do Montecitório, sede da Câmara dos Deputados da Itália, em Roma, anunciou que não serão mais utilizadas garrafas de plástico no interior do edifício. A partir de agora, as bebidas serão consumidas apenas em recipientes de vidro ou bebedouros.   

As garrafas pets foram banidas de todas as áreas do palácio, desde os restaurantes até as salas de reuniões do local.   

A campanha também tem como um dos objetivos incentivar o consumo da água fornecida pela rede pública de Roma. Para isso, o serviço foi renovado e ficou mais funcional.   

"Excelentes notícias. Agradeço ao presidente da Câmara, Roberto Fico, pela sensibilidade demonstrada em ter aceito imediatamente meu apelo para participar da campanha #plasticfree. Depois de um trabalho realizado nesses meses, o objetivo foi alcançado também no Montecitório", escreveu o ministro do Meio Ambiente da Itália, Sergio Costa.   

Em maio, o Conselho Europeu aprovou uma diretiva que proíbe, a partir de 2021, o uso e a comercialização de produtos plásticos de utilização única em todos os países da União Europeia (UE).   

A nova regra abrange o banimento dos chamados plásticos oxidegradáveis - que se dividem em minúsculas partículas ao se degradar - e produtos feitos de poliestireno expandido. Entre os objetos banidos estão pratos, talheres, cotonetes, canudos, varas de balão, copos, entre outros.   

De acordo com a Confederação Nacional dos Cultivadores Diretos (Coldiretti), 27% dos italianos já evitaram comprar objetos plásticos, já que são resíduos que pões em perigo não apenas os animais no mar, mas também os de fazenda.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional