Topo

Premier da Itália será sabatinado no Senado nesta terça

19/08/2019 18h54

ROMA, 19 AGO (ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, irá à Câmara Alta do Senado nesta terça-feira (20) para discursar sobre a crise política, antes da votação da moção de desconfiança apresentada pelo partido de extrema-direita Liga Norte, de Matteo Salvini, que pode derrubar a coalizão com o Movimento 5 Estrelas (M5S).   

Na sessão, que terá início às 15h (horário local), Conte será sabatinado e poderá apresentar, em seguida, sua renúncia ao presidente da Itália, Sergio Mattarella, ou enfrentar a moção de desconfiança no Parlamento, o que é mais provável. No primeiro cenário, se o premier italiano decidir deixar o cargo imediatamente, Mattarella precisará iniciar novas consultas com todos os partidos para avaliar a possibilidade de compor um novo governo. Já na outra hipótese, o presidente italiano terá que dissolver o Parlamento e convocar eleições antecipadas, o que ocorreria cerca de três anos e meio antes do prazo. Caso receba o aval dos parlamentares, Conte poderá continuar no cargo, mas com uma nova configuração do governo, de caráter institucional, técnico ou de transição. Desde a última semana, a Itália vive um clima de instabilidade política devido ao racha entre a Liga Norte e o M5S, de Luigi Di Maio, que formavam o governo italiano desde junho de 2018. O estopim da crise foi a construção de uma linha de trem de alta velocidade (TAV) entre Turim e Lyon, que revelou divisões que comprometeram a continuidade do governo no último dia 7 de agosto. Os dois partidos já estavam se estranhando em vários projetos de lei apresentados nos meses anteriores e trocando críticas e alfinetadas em público.   

As diferenças levaram a Liga Norte a apresentar uma moção de desconfiança contra Conte. Na ocasião, a legenda de Salvini alegou que o país tem enfrentado muitos entraves, com "nãos que fazem mal" à Itália. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Mais Notícias