Topo

Conte recebe premier da Líbia e cobra proteção a migrantes

18/09/2019 13h27

ROMA, 18 SET (ANSA) - O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, recebeu nesta quarta-feira (18), em Roma, o premier de união nacional da Líbia, Fayez al Sarraj, e cobrou proteção aos migrantes que vivem em centros de detenção e campos de acolhimento no país africano.   

A Líbia é palco de conflitos entre as forças de Sarraj, que comandam a parte ocidental da nação, e as tropas do general Khalifa Haftar, que controla o leste e o sul do país e deseja conquistar a capital Trípoli.   

Em julho passado, mais de 40 migrantes morreram em um bombardeio das forças de Haftar contra um centro de detenção na principal cidade líbia, desmentindo aqueles que defendem o país como um "porto seguro" para solicitantes de refúgio e pessoas resgatadas no Mediterrâneo.   

Segundo fontes do Palácio Chigi, sede do governo italiano, Conte cobrou que todas as partes "adotem medidas necessárias para proteger a população civil" e respeitar o "direito internacional humanitário". Além disso, pediu que Sarraj assuma a "responsabilidade" na gestão dos fluxos migratórios na Líbia.   

Para o primeiro-ministro da Itália, Trípoli deve aumentar a "sinergia" com as agências humanitárias das Nações Unidas (ONU).   

A resolução da crise líbia é uma das prioridades da política externa italiana, já que o país africano, fragmentado por oito anos de disputas entre milícias, se tornou um dos principais pontos de partida para viagens de migrantes no Mediterrâneo.   

No encontro com Sarraj, que durou cerca de uma hora, Conte reafirmou que a solução para o conflito com Haftar deve ser "política". O general conta com o apoio dos Emirados Árabes Unidos e do Egito e lidera as forças contrárias ao Islã político, corrente que ele chama de "terrorista".   

Já Sarraj é reconhecido como governante legítimo pela ONU e pela União Europeia. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Mais Notícias